RedeHost

Fundada em 2002 na cidade de Gravataí - RS, a empresa gaúcha é hoje uma das melhores hospedagens de sites nacionais. Com 17 anos de história, a RedeHost acumula 129 mil sites hospedados e 445 mil domínios registrados.

Simultaneamente, a empresa soma 60 mil clientes. Entre os mais ilustres estão: Tim, Danone, Itaú e Fundação Roberto Marinho.

Particularmente, tive a oportunidade de trabalhar na empresa em 2012 como Suporte Hospedagem. Sem dúvida, um dos principais focos da hospedagem é prestar o melhor atendimento possível ao usuário. Lembro que, como funcionário, tínhamos uma exigência de conseguir a maior nota possível na avaliação do cliente. Isso demonstra a preocupação da companhia com a satisfação do seu público. A experiência foi muito importante para meu desenvolvimento profissional, e me sinto feliz por ter a oportunidade de hoje fazer um Review sobre a empresa.

De maneira geral, o foco da RedeHost é fornecer serviços gerenciados para que você não precise se preocupar com servidores ou segurança. Dessa forma, a empresa foi a primeira hospedagem do Brasil 100% Cloud Computing.

Se você está em busca da melhor hospedagem de site para sua aplicação, continue lendo até o fim. Neste review, você vai conhecer tudo que precisa saber sobre a RedeHost. Assim, você terá todas as informações que precisa sobre serviços, preços e diferenciais para decidir se este é o melhor Host para o que você precisa.

Panorama geral da RedeHost

Vamos ver as principais informações sobre a RedeHost de maneira centralizada. Conheça os pontos mais importantes sobre a empresa RedeHost e os serviços que oferece.

PreçoA partir de R$ 11,65 por mês
Sistema operacionalLinux e Windows
InfraestruturaBrasil
BackupDiário
Painel de controlePainel Próprio
ArmazenamentoDiscos SSD
Suporte técnicoChat E-mail Ticket
Aplicativos com 1 cliqueWordPress Drupal Joomla WooCommerce Magento Outros
Criador de sitesSim (Apenas para hospedagem Windows)
Uptime99,8%
Domínio grátisSim
Migração grátisSim
Certificado SSL grátisSim
Bancos de dadosSQL Server, MySQL e PostgreSQL

Pontos positivos

  • Suporte técnico por chat e ticket
  • Migração de sites grátis
  • Infraestrutura robusta/bom tempo de Uptime
  • Servidores no Brasil
  • Registro de domínio nacional para clientes da hospedagem pelo mesmo preço do Registro.br

Pontos negativos

  • Poucos aplicativos para instalação rápida
  • Não oferece domínio grátis no primeiro ano
  • Não oferece mais suporte por telefone
  • Não utiliza SSD

Infraestrutura

Em termos de infraestrutura, a RedeHost é bem robusta. Com 2 datacenters Diveo em São Paulo, a empresa trabalha com arquitetura cloud de hospedagem nacional. A vantagem disto é um melhor Uptime em relação a servidores gringos.

O Uptime apresentado em verificações com o UptimeRobot foi próximo de 100% em 7 dias de análise. De forma idêntica, os servidores não demoraram mais de 1 segundo para responder a acessos realizados no exterior. Isso demonstra um ótimo desempenho especialmente para clientes nacionais.

Porém, um ponto ruim da infra da empresa é a não utilização de SSD para armazenamento nos servidores. O disco sólido apresenta um desempenho bem melhor em comparação com HD, e as melhores hospedagens de site têm migrado gradativamente para a tecnologia.

Uma característica positiva da infraestrutura da RedeHost são os servidores dedicados para cada um dos serviços. Funciona assim: existe um servidor para bancos de dados, outro para e-mails e outro para os sites. Esse isolamento de recursos proporciona uma melhor hospedagem, visto que os recursos de cada máquina são otimizados para apenas uma função. Em geral, podemos dizer que a infraestrutura de RedeHost é muito boa.

Registro de domínios

Seguindo a linha das melhores hospedagens, a RedeHost oferece registro de domínios nacionais e internacionais. Entretanto, a empresa não é credenciada pela ICANN nem pelo Registro.br. Isso significa que os domínios internacionais e nacionais são registrados por provedores de terceiros.

Todavia, isso não apresenta nenhum impedimento ou problema técnico. Aliás, quem contrata um domínio nacional com a RedeHost junto com um serviço de hospedagem paga o mesmo valor cobrado pelo Registro Br: R$ 40,00 anuais. Consideramos esse um ponto positivo, visto que a maioria das empresas cobra um valor um pouco mais caro do que a entidade registradora.

Além do “.com” e do “.com.br”, a RedeHost oferece algumas das novas TLD’s para registro. Entretanto, não são todas. Vamos ver os principais preços da empresa:

  • .com.br: R$ 40 anuais para quem contrata algum serviço junto;
  • .com: R$ 35 no primeiro ano e R$ 50 a partir da renovação;
  • .store: R$25 no  primeiro ano e R$ 166 a partir da renovação;
  • .site: R$ 20 no primeiro ano e R$ 106 a partir da renovação;
  • .fun: R$ 70 anuais;
  • .host: R$ 79 anuais.

Diferentemente das outras hospedagens, a RedeHost não oferece domínio grátis no primeiro ano. No entanto, a maioria das outras empresas cobram valores extras para renovar os domínios nacionais nos próximos anos. Por este ângulo, podemos considerar que o registro com a RedeHost é mais vantajoso a longo prazo.

Painel de Controle próprio

Antes de começar a analisar propriamente os produtos e serviços, vamos falar sobre o Painel RedeHost. Com o intuito de oferecer um serviço mais personalizado, a RedeHost não utiliza o cPanel, e sim um painel desenvolvido pela equipe da empresa.

O painel da RedeHost tem um visual limpo e claro. À primeira vista, ele pode parecer um pouco simples, mas tudo que o cliente precisa está ao seu alcance. Através do painel, é possível acessar diretamente atendimento via chat, abrir chamados ou fazer contatos com departamento financeiro.

Uma das vantagens de ter um painel próprio é a melhor integração com os serviços da empresa. De maneira geral, isso resulta em uma melhor experiência de hospedagem. Além disso, qualquer manutenção no painel tende a ser feita mais rapidamente, pois não é necessário contatar suportes de terceiros.

Hospedagem compartilhada

Semelhantemente às principais empresas do seguimento, o produto principal da RedeHost é a Hospedagem Compartilhada. São 3 planos com recursos e preços diferentes. Vamos analisar cada um.

RecursoProfissional 1Profissional 2Profissional 3
Sites111
Subdomínios1IlimitadoIlimitado
Armazenamento50 GB100 GB200 GB
Processamento1 vCPU2 vCPU3 vCPU
Memória RAM512 MB1 GB2 GB
TransferênciaIlimitadoIlimitadoIlimitado
E-mail10 contas15 contas25 contas
Bancos de dados1 SQL Server de 1 GB 5 /
MySQL de 1 GB /
1 PostgreSQL de 1 GB;
2 SQL Server de 1,5GB /
10 MySQL de 1,5 GB /
2 PostgreSQL de 1,5GB
3 SQL Server de 2 GB /
20 MySQL de 2 GB / 3 PostgreSQL de 2GB
Painel de ControlePainel PróprioPainel PróprioPainel Próprio
Domínio GrátisNãoNãoNão
Certificado SSL GrátisSimSimSim
Preço
R$ 11,65
R$ 17,50
R$ 31,45

Percebemos um ponto negativo na hospedagem da RedeHost no que diz respeito à quantidade de sites. Todos os planos, até o mais completo, suportam apenas um site, ao contrário das melhores hospedagens nacionais. Acreditamos que, com os recursos do plano profissional 3, poderia haver suporte para mais domínios.

Em contrapartida, a hospedagem da RedeHost conta com diversos diferenciais. Primeiramente, a empresa oferece 3 sistemas de bancos de dados diferentes desde o plano mais básico. Isso inclui até mesmo o Microsoft SQL Server, que em várias empresas não está disponível sequer como add-on. Nem a UOL Host, por exemplo, que é parceira da Microsoft, oferece o banco como opção padrão.

Todos os planos da RedeHost também incluem:

  • Suporte técnico das 7h às 2h por chat, e-mail e tickets;
  • Certificado SSL (Let’s Encrypt);
  • Migração grátis;
  • 2.000 Envios de e-mail marketing;
  • Instalador de aplicativos.

Talvez o principal diferencial seja o e-mail marketing integrado à hospedagem. De fato, quase nenhuma empresa oferece esse serviço se você não comprar pacotes de envio separadamente, sendo que algumas nem possuem a opção de contratação. Já na RedeHost, o cliente ganha 2.000 envios grátis. Acreditamos que este seja um ponto muito positivo, especialmente para sites iniciantes que querem ampliar seu tráfego.

Assim como as demais empresas, a RedeHost também possui um instalador de aplicativos. No entanto, a opção é bem limitada, e conta com poucos CMS. As opções de instalação facilitada incluem apenas WordPress, Joomla e Moodle.  Notamos a falta de diversos gerenciadores de conteúdo, como Drupal, nesta lista.

No que diz respeito a linguagens de programação, a hospedagem da RedeHost suporta PHP, ASP.NET e CGI/Perl. A lista é mais limitada em relação a outras empresas, mas deve suprir as necessidades da absoluta maioria de clientes. Por outro ângulo, a hospedagem permite que o usuário escolha a versão do PHP ou do ASP, o que é uma grande vantagem.

Em geral, podemos afirmar que a hospedagem da RedeHost conta com recursos bem robustos de bancos e de infraestrutura. Ao mesmo tempo, as opções deixam a desejar na quantidade de sites/domínios e aplicativos para instalação.

Hospedagem WordPress

Atualmente a RedeHost acabou com o serviço de hospedagem WordPress. Agora quem deseja contratar a hospedagem WordPress da RedeHost é redirecionado ao site da Umbler, uma nova empresa do grupo dono da RedeHost.

Você pode dar uma lida em nosso review da Umbler para entender melhor este novo serviço da empresa.

Criador de Sites

Assim como outras empresas, a RedeHost oferece um construtor de sites para os planos de hospedagem compartilhada. Porém, a ferramenta só está disponível em hospedagens Windows. Isso vai na contramão de diversas outras empresas, que possuem a ferramenta em qualquer Sistema Operacional.

Isso indica que o criador de sites está caindo em desuso pela RedeHost. Quando acessamos o tutorial da empresa sobre como criar um site, o criador de sites sequer é mencionado. Pelo visto, a empresa não tem mais interesse em dar continuidade à ferramenta. De outro modo, existe um estimulo por parte da RedeHost em usar gerenciadores de conteúdo. Isso fica claro quando a empresa oferece um curso gratuito sobre como criar sites utilizando o WordPress.

E-mail profissional

A RedeHost oferece planos de e-mail profissional junto às opções de hospedagem ou para quem quiser contratar caixas separadamente. São dois planos:

RecursoProfissional 1Profissional 2
Contas510
Armazenamento5 GB10 GB
Acesso e sincronizaçãoIMAP, POP e WebmailIMAP, POP e Webmail
Antivírus e AntispamSimSim
Preço mensal
R$ 8,90
R$ 14,90

De fato, a ferramenta é bem limitada. A única diferença entre os 2 planos é a quantidade de contas e espaço de armazenamento. O serviço não é muito escalável, não havendo a opção de contratar 1 ou 2 contas adicionais, por exemplo.

email marketing redehost

O software utilizado para acesso via Webmail é o SmarterMail, uma ótima ferramenta que permite diversas configurações. Vale ressaltar que os valores dos planos têm uma periodicidade mínima de 3 meses.

E-mail Exchange

A solução mais profissional de e-mail oferecida pela RedeHost é o Microsoft Exchange. Aqui, os recursos são bem mais escaláveis que no e-mail profissional: o cliente contrata exatamente quantas contas quer utilizar. Vamos ver os valores e recursos.

RecursoBasicEnterprise
Armazenamento25 GB50 GB
ActiveSyncNão Sim
CompartilhamentoNão Sim
Preço
R$ 13,00
R$ 19,00

O Microsoft Exchange é uma ferramenta muito interessante para e-mails profissionais. Ela permite compartilhamento de contas, salas de reunião, compartilhamento de calendários, listas de tarefas e sincronização entre dispositivos.

redehost email exchange

Contudo, os recursos mais interessantes do Exchange não estão disponíveis no plano Basic. O plano é mais limitado, mas conta com a segurança da Microsoft e com o Outlook Web. Além disso, o espaço em disco das contas é muito satisfatório.

Em questão de valores, os planos da RedeHost são compatíveis com as outas empresas, mas ainda assim são um pouco mais caros. Já encontramos serviços parecidos com o Enterprise por menos de R$ 16,00 mensais na UOL Host e na Locaweb.  

E-mail Marketing

A RedeHost investe muito em sua plataforma de e-mail marketing, tanto que criou uma ferramenta só para isso: a Mailee. É uma espécie de serviço independente da hospedagem para envio de Newsletter e e-mail marketing.

O Mailee da RedeHost é bem interessante e completo. Ele possui duas formas de contratação: por créditos ou por contatos. Ambas são bem diferentes do que é oferecido pelas demais empresas do ramo.

O sistema de crédito é um pouco mais parecido com o que estamos acostumados. Funciona assim: você contrata créditos que se referem ao número de envios que você fará. Por exemplo, se você contrata 2 mil envios, irá pagar R$ 41,92 e utilizar como quiser.

A grande diferença é que os créditos não expiram. Na maioria das empresas, os envios são para um mês, e não acumulam se você não utilizar. Já no Mailee, você contrata créditos para “x” e-mails e vai usar todos quando bem entender.

A outra forma de contratação é por meio de Contatos. Nesta modalidade, você irá pagar por mês e poderá fazer envios de acordo com a quantidade de e-mails da sua lista. Por exemplo, se forem 50 mil contatos, poderá enviar 50 mil mensagens.

No que diz respeito a recursos, o Mailee é bem completo, e conta com:

  • API de integração;
  • IP dedicado (por R$ 135,00 adicionais);
  • Templates de e-mail;
  • Sistema para importação de contatos;
  • Emissão de relatórios.

Os relatórios de E-mail Marketing são bem bacanas, trazendo informações completas sobre a campanha. Ele mostra quantas pessoas abriram, quantas clicaram, número de retornos e quantos se descadastraram. Isso é importantíssimo para planejar campanhas.

A API do Mailee mostra como ele claramente tem um viés voltado para agências e revendedores. Isso porque ele permite a integração por parte dos desenvolvedores de maneira transparente, podendo sincronizar listas de contatos e manipular informações sobre campanhas. A API tem arquitetura REST, e conta com wrappers prontos para PHP, Python, Java e Ruby.

Na questão de valores, o Mailee é um pouco mais caro do que a concorrência nos planos para poucos envios. Com o valor cobrado para mil créditos (R$ 25), você pode contratar 7 mil envios em outras empresas. No entanto, com o sistema pré-pago da RedeHost, seus envios não expiram.

Nos pacotes grandes, para quem deseja enviar muitos e-mails, o preço fica mais interessante. Para exemplificar, a Locaweb cobra R$ 1.600,00 por 1 milhão de envios, enquanto na Mailee você pode enviar 1.200.000 por R$ 1.162,90. Porém, na RedeHost esse envio tem um limite de 100 mil contatos. A diferença, entretanto, é bem grande.

Os valores vão de R$ 24,90 a R$ 1.162,90 mensais nos planos por contatos e de R$ 25,50 a R$ 672,06 nos planos de crédito para até 100 mil envios. Quem quer fazer grandes campanhas deve contatar diretamente a empresa, que promete descontos exclusivos para planos maiores.

Cloud Server

Este talvez seja o melhor serviço da RedeHost. Trata-se de servidores VPS com recursos dedicados totalmente escaláveis e com preços bem competitivos com os do mercado. Não há planos nesta modalidade de hospedagem, de forma que o cliente contrata os recursos que quer e paga por eles.

De maneira geral, o usuário pode escolher entre Windows ou Linux, quantidade de memória (2 a 64 GB), espaço (40GB a 1TB), processamento (1 a 16 vCPU) e largura de banda (2 a 20 Mb/s).

redehost review cloud server

Um ponto negativo é que o Cloud Server não utiliza SSD, algo que é quase uma obrigação neste tipo de hospedagem. Entretanto, os discos utilizam tecnologia SAS ao invés de SATA, algo que aumenta muito a velocidade do Hardware.

O Cloud Server da RedeHost é uma solução gerenciada, oferecendo suporte total ao serviço em casos de indisponibilidade, falhas de segurança ou outros problemas.

A escalabilidade é o principal diferencial desta hospedagem mais robusta da RedeHost. O usuário pode escolher inclusive a distribuição Linux. Estão disponíveis Ubuntu 16, Ubuntu 18, Debian 8 e CentOS 7. Inclusive, existem opções com de CentOS com cPanel ou com Apache, PHP e MySQL.

Simulando algumas configurações de servidores para conferir recursos encontramos os seguintes valores:

  • Cloud Server com CentOS e cPanel, 4GB de RAM, 80 GB de HD, 2vCPU e banda de 4 Mb/s: R$360,00 mensais;
  • Ubuntu com 64 GB de RAM, 1 TB de espaço, 16 vCPU e banda de 20 Mb/s: R$ 2700,00 mensais;
  • Ubuntu com 2 GB de RAM, 40 GB de espaço, 1 vCPU e banda de 2 Mb/s: R$ 140,00 mensais;
  • Windows Server 2012 R2 com 4 GB de RAM, 80 GB de espaço, 2 vCPU e banda de 3 Mb/s: R$ 300,00 mensais.

A empresa não oferece mês grátis, mas garante devolver o dinheiro caso o cliente não fique satisfeito com o serviço. A RedeHost não possui um serviço de revenda de hospedagem da forma como vemos em outros Hosts, mas possibilita que o Cloud Server seja revendido, caso o cliente deseje.

Uma das grandes vantagens do Cloud Server da RedeHost é o IP dedicado grátis. Ao contrário da maioria das hospedagens que oferece esse recurso apenas com algum pagamento adicional, a RedeHost inclui esse serviço como padrão.

Devemos também salientar o filtro de tráfego no servidor. Com foco na segurança, esse serviço busca impedir ataques DDOS. Aliás, podemos afirmar que serviço de gerenciamento da RedeHost oferece um Cloud Server bem seguro.

Suporte Ninja

Talvez eu seja suspeito para falar, pois já estive lá dentro, mas a RedeHost se esforça para oferecer um bom suporte técnico. É bem verdade que algumas coisas mudaram desde que trabalhei por lá. Atualmente, a empresa passou a desativar seu suporte via telefone, pelo que vimos nas opções de atendimento. Do mesmo modo, o que era 24x7 agora funciona das 7h às 2h da manhã.

No entanto, o serviço é muito focado na qualidade do suporte oferecido ao usuário. Na base de conhecimento, o cliente tem acesso a diversos tutoriais e pode resolver inúmeros problemas sozinho. Além disso, o é possível abrir tickets de atendimento diretamente no painel da hospedagem e acompanhar o histórico e a resolução do problema.

De fato, eu pude acompanhar de perto a forma como a empresa preza pela excelência do atendimento ao cliente. Todos os “ninjas” do suporte são orientados a resolverem o problema do cliente de maneira ágil e descomplicada. Dessa maneira, a RedeHost busca entregar a melhor hospedagem possível através de um atendimento técnico de qualidade.

Aliás, os dados do Reclame Aqui são um reflexo disto. É bem verdade que a nota geral 7.2/10 está um pouco abaixo de outras empresas, mas a RedeHost tem um índice de resolução de problemas de 86,2%. Com efeito, esse número mostra bem o foco do suporte da empresa: resolver o problema do usuário com poucos efeitos colaterais negativos para sua aplicação.

Conclusão

Não é à toa que a RedeHost está entre as melhores hospedagens de sites do país. Os serviços são bons e a hospedagem é muito confiável. Realmente, a empresa está um pouco atrasada em alguns aspectos, como na quantidade de aplicativos, construtor de sites e hospedagem em HD ao invés de SSD.

Em contrapartida, este atraso se compensa com uma hospedagem com infraestrutura muito robusta, estável e com ótimo desempenho. O ponto alto é o Cloud Server, que é sem dúvida um dos melhores disponíveis, com ping baixo e ótimo Uptime.

Enfim, quem deseja uma hospedagem nacional com ótima infraestrutura e excelente suporte técnico não irá se decepcionar com a RedeHost. Não dá para afirmar que ela é a melhor do país, mas vale a pena verificar se os serviços oferecidos se encaixam nas necessidades do seu negócio. Afinal de contas, ela pode ser a melhor hospedagem de site para você.

Deixe um comentário