Domínios Estacionados: O que é e como funcionam

Descubra o que é domínio estacionado e como eles podem ajudar na sua estratégia digital ao permitir a utilização de diversos domínios.

Os domínios estacionados são importantes para criar uma estratégia digital eficiente e segura. Eles tornam possível utilizar diversos domínios em seu site sem a necessidade de contratar um plano adicional para os demais domínios.

Visando proteger a marca ou aumentar o número de visitas, é comum registrar diversos domínios. Mas aí fica a dúvida sobre o que fazer com esses domínios e principalmente como realizar a configuração deles.

Dentro deste assunto é importante abordar sobre domínios estacionados e também como eles podem te ajudar a administrar diversos domínios diferentes dentro do mesmo serviço de hospedagem.

Diante disso, nesse artigo, explicaremos mais sobre os domínios estacionados, incluindo suas vantagens e desvantagens, e também ensinamos como você pode configurá-lo em seu serviço de hospedagem.

O que é domínio?

Domínio é um endereço virtual, ou seja, um nome que identifica o seu site na internet. Sempre que digitamos um endereço no navegador, como o domínio do seu site ou blog, o navegador deve retornar a página correspondente ao endereço digitado.

Em outras palavras, podemos dizer que um domínio funciona como “atalho” que permite acessar seu site mais facilmente, sem a necessidade de digitar o endereço IP do servidor do site.

Os domínios são tão importantes quanto a hospedagem, esses dois itens estão intimamente ligados. Enquanto um domínio serve como o endereço público do seu site, a hospedagem é o local onde toda a infraestrutura do seu site está abrigada, o que inclui os códigos das páginas, imagens, vídeos, links, plugins instalados, entre muitas outras coisas.

Portanto, quando digitamos um endereço no navegador, vários processos acontecem até você chegar ao seu destino, no caso, é o servidor onde o seu site está hospedado. Com isso, sempre que procuramos algo na internet ou entramos em um determinado site, o seu acesso percorre vários outros servidores, guiando você até o servidor de destino.

E no caso da hospedagem compartilhada (os mais populares do mercado) é obrigatório o domínio porque todos os sites compartilham o mesmo IP. Desse modo, a única forma do servidor localizar o site de cada cliente é pelos nomes de domínios.

O que é um domínio estacionado?

Muitas empresas utilizam domínios estacionados como estratégia para protegerem suas marcas e garantirem maiores tráfegos. Dessa maneira, uma mesma empresa pode registrar endereços similares para evitar que outras pessoas o façam e, assim, protegem o nome relacionado o domínio principal.

De fato, duas empresas diferentes com domínios similares podem confundir o visitante, fazendo pensar um domínio pertence a empresa A, quando na verdade tal endereço é da empresa B.

Para facilitar a sua compreensão, pense nessa situação como uma chamada em uma lista escolar. Nesse caso, ao chamar um nome similar ao seu, pessoas podem responder a chamada por engano. Aqui, nesse caso, não é diferente, os visitantes de um site podem realmente acreditar que ele pertença a uma determinada empresa, quando na verdade ele é de outra.

Por esse motivo, muitas empresas acabam registrando domínios alternativos como forma de proteger uma marca registrada da empresa. Assim, um domínio alternativo pode ser utilizado para direcionar o tráfego para o domínio principal.

Considere o exemplo em que você registra o domínio da sua empresa como minhalogomarca.com. A fim de proteger a sua marca e garantir o tráfego de visitantes, você também pode registrar os domínios minhalogomarca.net, minhalogomarca.com.br, logomarca.com, logomarca.net, logomarca.com.br, tais endereços são chamados de domínios alternativos ou aliases.

Agora que entendemos um pouco sobre os domínios alternativos, o que são os domínios estacionados? Basicamente, um domínio estacionado nada mais é do que um domínio alternativo, com o mesmo conteúdo do domínio principal e, assim, permitindo que os visitantes visualizam o mesmo conteúdo (página) em todos os outros domínios registrados.

Por padrão ao acessar o site logomarca.net e logomarca.com.br o endereço informado pelo usuário é mantido, ou seja, mostra o mesmo conteúdo para domínios distintos. Essa é a função do domínio estacionado.

Porém, apesar da hospedagem de site manter a mesma URL, gerenciadores de conteúdos como o WordPress fazem o redirecionamento, trocando a URL do domínio estacionado pra a URL do domínio principal. Esse comportamento do WordPress é para evitar penalizações por conteúdo duplicado.

Tipos de domínios

Dentro o assunto de domínios podemos falar também sobre os outros tipos de domínios, que são:

Os subdomínios

Diferentemente de um domínio estacionado, um subdomínio refere-se a uma extensão do domínio principal. Sendo assim, um subdomínio utiliza o domínio principal para realizar qualquer conexão com o servidor contratado para a sua hospedagem.

Para facilitar a compreensão sobre o funcionamento de subdomínios, considere o seguinte exemplo. Imagine uma situação em que exista um endereço registrado em meusite.com. Nessa mesma situação pense que você possui um blog relacionado ao seu site, tudo isso no mesmo servidor de hospedagem, porém em pastas diferentes.

Dessa maneira, você pode registrar um subdomínio blog.meusite.com (onde blog é o subdomínio) para referenciar a pasta relacionada ao blog ou fórum ligado ao seu site principal.

Em geral, um subdomínio apenas aponta para um endereço dentro de um diretório específico no seu site, seja para um arquivo específico, um blog, fórum, formulário, entre muitas outras possibilidades.

Mas nada impede de um subdomínio exibir o mesmo conteúdo do site principal. Tudo depende da forma em que o gerenciador de conteúdo foi configurado para exibir os conteúdos.

Os domínios adicionais

Os domínios adicionais são utilizados para acesso o mesmo serviço de hospedagem, possibilitando que vários sites estejam no mesmo servidor de hospedagem.

Muitos serviços de hospedagem oferecem a possibilidade de criar múltiplos sites (com conteúdos diferentes) em um mesmo plano, é nesse tipo de situação que os domínios adicionais se enquadram.

O maior ponto negativo desses domínios está nos recursos computacionais limitados, como os vários sites utilizam uma mesma hospedagem, eles também compartilham os recursos computacionais.

Por esse motivo, caso queira múltiplos sites com uma quantidade alta de acessos sobre uma mesma hospedagem, é necessário contratar planos muito mais robustos, dependendo da quantidade de sites mantidos no mesmo servidor.

Vantagens dos domínios estacionados

As principais vantagens dos domínios estacionados são:

1. Proteção da marca

Um dos principais motivos que levam as pessoas a registrarem outros domínios é a proteção da marca. Pense, você acaba de criar o nome mais criativo para a sua empresa, depois de um ano, alguém registra um domínio similar ao seu, modificando apenas algumas coisas, seria uma situação muito ruim, não é verdade?

Da mesma forma que nesse exemplo, como forma de proteção, as empresas acabam registrando vários domínios, modificando apenas a extensão dos domínios ou a ordem dos nomes.

Nesse aspecto, registrar vários domínios e deixar eles parados seria um grande desperdício, não acha? É nesse ponto que se enquadram os domínios estacionados, fornecendo uma técnica para aproveitar que todos os domínios relacionados a sua empresa sejam configurados como um aliases do domínio principal.

Portanto, nesse caso, um domínio não fica sem utilidade, e ainda garante que os visitantes visualizem todo o conteúdo do site registrado para o domínio principal.

2. Facilidade de acesso

Outra vantagem dos domínios estacionados está na facilidade de acesso. Com isso, outra estratégia muito utilizada é registrar domínios alternativos com os erros de digitação mais comuns. Nesse caso, mesmo que alguém digite o endereço errado da sua empresa, ela ainda conseguirá visualizar a sua página virtual.

Essa é uma das estratégias mais utilizadas por várias empresas na internet. Quer testar isso? Então, primeiro tente digitar o endereço www.gogle.com no seu navegador, esse é um dos erros mais cometidos pelos usuários. Com isso, ao acessar tal página, você vai notar que mesmo assim ainda verá o conteúdo original registrado sobre o domínio www.google.com. Isso é muito interessante, não acha?

3. Segurança contra phishing

Essa talvez muitos usuários não saibam. Antes de mais nada, nos dias de hoje, muitas empresas sofrem com ataques virtuais, entre os mais comuns, está o ataque de Phishing. O Phishing é um tipo de ataque hacker que visa enganar o usuário por meio de páginas falsas com o objetivo de roubar dados bancários e informações sensíveis.

Nesse caso, uma página falsa funciona como uma isca para pegar usuários desatentos e pode até mesmo atingir colaboradores da empresa. No contexto de Phishing, um hacker pode criar clones de páginas reais para se passarem como legítimos.

Na maior parte das vezes, um ataque de Phishing pode acontecer também em uma página legítima. Após uma invasão, o hacker pode criar um redirecionamento, fazendo que na página invadida, todos os usuários sejam redirecionados para uma página falsa.

Esse é um dos métodos mais utilizados em ataques de Phishing. Em outros casos, os hackers apenas registram um domínio muito parecido com da sua empresa e copiam todo o código do site original, tudo isso para aumentar a credibilidade da página falsa.

Em ataques de Phishing ou páginas falsas, existe um padrão de ação muito específico, os atacantes costumam registrar domínios similares ao original para confundir os visitantes. Você pode ter um site registrado no domínio minhalogomarca.com e um atacante pode criar uma página falsa sobre o endereço minhalogomarca.net.

No caso dos domínios estacionados, como você registrou vários domínios sobre nomes muito parecidos, torna mais difícil que pessoas mal-intencionadas registrem domínios parecidos para enganar os visitantes da sua página. Portanto, mesmo que não pense nesse caso, os domínios estacionados acabam agindo como uma contramedida para ataques desse tipo.

Como configurar um domínio estacionado

Nesse tópico ensinaremos como você pode configurar um domínio como um aliases (domínio estacionado). Isso pode ser feito diretamente pelo painel de controle do seu serviço de hospedagem. Como as empresas podem fornecer muitos tipos diferentes de painel de controle, consideramos aqui que elas utilizem o cPanel, que é atualmente o painel de controle mais utilizado em plataformas de hospedagem.

Para configurar um domínio estacionado, siga os passos abaixo:

1. Acesse o painel de controle cPanel referente a sua hospedagem.

2. Na seção Domínios, clique na opção Aliases.

3. Informe o nome do domínio e depois clique em Adicionar domínio.

4. Verifique se foi exibida a mensagem na tela indicando o sucesso da operação.

Pronto! O seu domínio estacionado foi configurado com sucesso. Bem simples, não? Agora, mesmo se um visitante acessar um domínio estacionado (aliases), ele verá o mesmo conteúdo do seu domínio principal.

Evitando punição por conteúdo duplicado

Conteúdos duplicados são considerados como um Black Hat SEO. Existem muitas variáveis que permitem o Google classificar um conteúdo como relevante ou irrelevante com base em cada palavra-chave.

Em SEO, as técnicas de Black Hat SEO visam manipular os mecanismos de buscas e o Google reage de maneira negativa a elas. Isso é, ter um site com conteúdo duplicado pode resultar em penalização por parte do Google.

Com base nas diretrizes do próprio Google, algumas técnicas são consideradas Black Hat SEO, são elas:

  • Redirecionamentos não-autorizados ou técnicas de camuflagem (também chamadas de cloaking);
  • Textos ou links ocultos em páginas;
  • Carregamento de páginas com palavras-chave irrelevantes;
  • Múltiplas páginas com conteúdo duplicado.

Em caso de Black Hat SEO, o Google pode penalizar o seu site. Embora nem todas as técnicas sejam detectadas pelo Google, algumas delas podem fazer com que o seu site seja pontuado negativamente. Alguns métodos podem evitar que os domínios estacionados sejam detectados como páginas duplicadas, apresentaremos isso nos tópicos a seguir.

Antes de qualquer coisa verifique se este redirecionamento já não é feito por padrão pelo WordPress. Caso ele não faça, é importante seguir as dicas abaixo para evitar qualquer tipo de penalização por exibir em sites (domínios) diferentes o mesmo conteúdo.

Redirecione o domínio estacionado

De forma similar, um redirecionamento consiste em redirecionar o tráfego de acesso dos visitantes para um site configurado como principal. Nesse caso, domínios adicionais podem ser configurados para redirecionar o visitante até o domínio principal.

Deste modo, os buscadores não vão interpretar isso como uma duplicata, já que se trata de um redirecionamento. O interessante é que o redirecionamento funciona similarmente ao domínio estacionado, porém, quando acessar o conteúdo de um domínio alternativo, o usuário será redirecionado, obrigado a acessar para o domínio redirecionado.

Existem muitas maneiras de fazer isso, a mais simples é utilizar o painel de controle da sua hospedagem. Siga os passos abaixo:

1. Acesse o painel de controle ou cPanel de sua hospedagem de site.

2. Em Domínios, clique em Redireciona.

3. Selecione a URL do domínio estacionado e a URL do domínio principal, conforme imagem abaixo.

4. Clique no botão Adicionar.

Agora o seu redirecionamento está devidamente configurado. Quando alguém acessar o domínio estacionado vai ser redirecionado ao site principal.

Utilize a canonical tag

Caso você não realize o redirecionamento, conforme ensinado no tópico anterior, é preciso tomar alguns cuidados para não ser penalizado por conteúdo duplicado em seus sites.

Para impedir que seus domínios sejam detectados como conteúdo duplicado pelo Google, você pode acrescentar a tag “canonical” nos arquivos HTML da sua página. O “canonical” é usado para indicar a localização do conteúdo original da página. É uma forma de dizer para o Google qual é o endereço “correto” da página.

Considere que você tem dois sites, um no domínio principal “meusite.com.br” e outro “meusite.net”. Ao exibir o mesmo conteúdo para ambos os sites o Google vai acreditar que são conteúdos duplicados.

Porém, quando se utiliza a tag canonical apontando para o endereço principal, no caso o “meusite.com.br”, o Google sabe que deve indexar apenas o conteúdo do domínio principal e ignorar o conteúdo do site secundário.

Mesmo assim é importante fazer o redirecionamento 301 do domínio secundário para a página onde está o domínio principal. Lembrando que normalmente o WordPress faz esse redirecionamento de forma automática.

E se você quiser que ele insira automaticamente a tag canonical em todas as páginas basta instalar um plugin de SEO, como por exemplo o SEO by Yoast, que é um dos melhores para isso.

Quando se utiliza o SEO by Yoast ele insere o seguinte a tag canonical automaticamente no elemento HEAD do site, como no exemplo abaixo:

Meu Site de Exemplo[/html]

Conclusão

Nesse artigo, apresentamos sobre os domínios estacionados, outros tipos de domínios, como ele pode ser utilizado, e as suas vantagens e desvantagens. Como vimos, a configuração de domínios estacionados é muito simples, diretamente do painel de controle do seu serviço e hospedagem.

Portanto, registrar outros domínios tem inúmeras vantagens, além de ser uma estratégia utilizada a muito tempo e por diferentes empresas no ramo. Assim, esperamos que tenha gostado!

Deixe um comentário

*Condições no site